Escolha uma Página

EXERCÍCIO DE REVISÃO

Questionário Neuroanatomia – Parte 1 de 2

Perguntas e Respostas do conteúdo de Neuroanatomia. Tente responder utilizando o livro-texto e o material de sala.

DETALHES:

Modalidade: Exercício de Revisão
Execução: Individual
Formato:
Questionário
Layout:
Seguir recomendações
Entrega:
Não definida
Pontuação:
A critério do Professor
Avaliação:
Individual
Obrigatório:
Não.

Contexto

Este questionário foi elaborado em tempo real com os alunos da turma de enfermagem para nortear o estudo do vasto conteúdo de Neuroanatomia.

Não se trata de questões da prova previamente disponibilizadas. Isso não é permitido. É um instrumento para auxiliar ao aluno.

 

 

Como realizar esta tarefa?

Faça-o em casa. Este é um trabalho seu, não precisa ser entregue ao professor. Tente responder as perguntas utilizando os seus conhecimentos. Caso você não se lembre de algo, busque as respostas no Livro, no Atlas e no material de sala. As nossas videoaulas também podem ajudar na resolução deste exercício.

Questionário

 

Generalidades

E

1

 
Quais são as vesículas primordiais e quais suas divisões, qual estrutura que elas formam?
Prosencéfalo: divide-se em Telencéfalo (origina o cérebro) e Diencéfalo;
Mesencéfalo: é sempre Mesencéfalo (origina os Pedúnculos cerebrais);
Rombencéfalo: divide-se em Metencéfalo( origina a Ponte e o cerebelo) e Mielencéfalo(origina o Bulbo).
E

2

 
De qual folheto é formado o sistema nervoso, o que é SNC e SNP?
Os três folhetos embrionários são ectoderma, mesoderma e endoderma. Sendo que o ectoderma forma o sistema nervoso.
O Sistema Nervoso Central é o cérebro e a medula espinhal.
O Sistema Nervoso Periférico são os nervos cranianos (12 pares) e os nervos espinhais(31 pares).
E

3

 
Quais as estruturas compõem o sistema nervoso supra segmentar e o seguimentos, por que dividimos desta maneira?
O sistema nervo segmentar possui segmentos (NERVOS), por exemplo, a medula espinhal e o tronco encefálico. Por outro lado, o sistema nervoso suprassegmentar não possui segmentos (nervos): O encéfalo todo, menos o Tronco encefálico.
E

4

 
O que significa dizer uma estrutura inervada pelo sistema nervoso autônomo? Exemplifique.
É uma estrutura que realiza funções independentemente da vontade humana. Um exemplo dessa estrutura é o músculo liso, o coração… O  Sistema Nervoso Autônomo (SNA)  está relacionado ao controle da vida vegetativa, ou seja, controla funções como a respiração, circulação do sangue, controle de temperatura

Telencéfalo

E

5

 
Como se organiza o córtex cerebral? Por que recebe esse nome?
O córtex cerebral esta organizado em giros (dobras) e sulcos (depressões presentes entre os sulcos). Está organizado dessa maneira para “caber” dentro da caixa craniana; Pode-se dizer que os giros triplicam a área do córtex. A palavra córtex tem origem no latim e significa casca. Porções de orgãos que ficam envolvendo uma medula (miolo, do latim), são chamadas de cortex daquele órgão. Desta forma, temos o córtex renal, o córtex da glândula suprarrenal, o córtex cerebral…
E

6

 
Qual estrutura une os dois hemisférios cerebrais?
O corpo caloso.

O corpo caloso é formado por rostro, joelho, tronco e esplênio.

Entre o corpo caloso e o fórnix, estende-se o septo pelúcido.

O tronco (corpo) do corpo caloso dilata-se posteriormente no esplênio do corpo caloso e se flete, na porção anterior, em direção à base do cérebro, para constituir o joelho do corpo caloso. Abaixo do esplênio do corpo caloso, emerge na forma de arco o fórnix, um feixe de fibras constituído por duas metades laterais e simétricas, afastadas na extremidade e unidas entre si no trajeto abaixo do corpo caloso (MACHADO, Angelo. Neuro Anatomia Funcional. 2a.edição. Editora Atheneu)

E

7

 
Qual a razão do cérebro estar organizado em giros e sucos?
Para triplicar a área do córtex cerebral e para caber na caixa craniana.
E

8

 
Quais são os lobos cerebrais? Qual deles não se relacionam com os ossos do crânio?

Os lobos são: Lobo Frontal, Lobo Parietal, Lobo Temporal, Lobo Occipital e Lobo da Ínsula. O lobo que não se relaciona com os ossos do crânio é o lobo da Ínsula.

E

9

 
Funções básicas e gerais de alguns córtices (plural de córtex) cerebrais:
A: O córtex motor primário: O Giro pré central
B: O córtex sensorial primário: O Giro pós central
C: O córtex visual: O Lobo Occipital.
E

10

 
Qual estrutura do Telencéfalo consolida as memórias de curto prazo e a de longo prazo?
O Hipocampo.

E

11

 
Diferencie anatomofisiologicamente as Áreas de Broca e Wernicke.
Área de Broca: anatomicamente situa-se nos limites do lobo frontal e temporal. Fisiologicamente, é a parte motora da fala.

Área de Wernicke: Situada entre o lobo temporal e o lobo parietal. Responsável por Parte da compreensão da fala.

 

E

12

 
O que é a neuroglia? De que ela é composta no SNC e SNP.

Glia, do grego, significa cola. As células que fazem parte de um sistema de ‘suporte’ ao Sistema Nervoso, são chamadas de células da glia ou neuróglia. Cada célula destas é um gliócito e possuem nomes específicos.No sistema nervoso periférico, tem-se as células de Schwann, identificadas pelo pelo fisiologista alemão Theodor Schwann (1810-1882),  mielinizam os axônios dos neurônios periféricos. O dano nessa célula pode causar esclerose múltipla. As células satélites cuidam da oxigenação e da limpeza dos axônios do sistema nervoso periférico.

 

Já no sistema nervoso central, tem-se os Oligodendrócitos  que fazem a mielinização dos axônios do sistema nervoso central, as células ependimárias estão dentro do canal medular são bastante ciliadas, pois fazem a movimentação líquor no epêndima. Os astrócitos mantém a barreira hematoencefálica ou barreira sangue-cérebro, que é uma proteção mecânica do sistema central. Por último, há outra célula da glia que recebe o nome de micróglia. Estas são responsáveis pela fagocitose e pela manutenção do oxigênio do sistema nervoso central.

 

 

E

13

 
Como age o Sistema Nervoso Simpático e o Sistema Nervoso Parassimpático nos órgãos listados.

Brônquios: o sistema nervoso simpático dilata os brônquios e o parassimpático os contrai, ou seja, faz a boncoconstricção.
Coração: o sistema nervoso simpático aumenta os batimentos cardíacos e o sistema nervoso parassimpático diminui os batimentos.
Estômago: o sistema nervoso simpático diminui a secreção gástrica e o sistema nervoso parassimpático aumenta a secreção gástrica.
Bexiga: o sistema nervoso simpático diminui o esvaziamento da bexiga e o sistema nervoso parassimpático aumenta esse esvaziamento da bexiga.

E

14

 
Quais as estruturas do sistema nervoso central são os nossos controladores de movimento?

O cerebelo e os núcleos da base.

Os núcleos da base (não devem ser chamados de Gânglios da base, pois um aglomerado de corpos de neurônios no Sistema Nervoso Central são chamados de Núcleos, e no Sistema Nervoso Periférico de gânglios, por isso, o correto sempre será Núcleos da Base ou de Giornando) , são constituídos por um conjunto de núcleos no cérebro com diferentes estruturas e atividades que atuam como uma unidade funcional. Emitem e recebem projeções entre si e com o córtex cerebral, tálamo e tronco cerebral, e são responsáveis por diversas funções como: coordenação motora, comportamentos de rotina, emoções e cognição. Mas estão relacionados principalmente com o controle de movimentos.

Os principais constituintes dos núcleos da base são: corpo estriado (núcleo caudado e putâmen), globo pálido, núcleo subtalâmico e substância negra.

Diencéfalo

E

15

 
Quais as estruturas que compõem o Diencéfalo humano?

Os Tálamos, corpos geniculados lateral e medial, hipotálamo, as habênulas, corpo pineal.

E

16

 
Qual estrutura do diencéfalo produz hormônios liberadores para hipófise?

O hipotálamo. Alguns autores chegam a afirmar que alguns hormônios liberados pela hipófise ( como os da neuro-hipófise, são produzidos no hipotálamo e apenas liberados pela hipófise).

E

17

 
Qual estrutura do diencéfalo produz hormônios liberadores para hipófise?

E o conjunto de estruturas do sistema nervoso, principalmente, estruturas no diencéfalo, relacionado com as nossas emoções (giro do cíngulo, istmo do giro do cíngulo, giro para-hipocampal, hipocampo, hipotálamo, núcleos anteriores do tálamo, epitálamo, área septal anterior do diencéfalo, amígdala núcleos do tronco encefálico, principalmente os núcleos do mesencéfalo).

E

18

 
Qual estrutura é considerada como lobo límbico?

O Giro do Cíngulo.

E

19

 
O que é o forame de Monro?

O forame interventricular (ou forame de Monro) é um óstio que liga os ventrículos laterais com o terceiro ventrículo próximo ao fórnice, em uma das extremidades do Sulco Hipotalâmico no diencéfalo.

E

20

 
Qual estrutura une os dois tálamos?

A Aderencia intertalamica.

E

21

 
Qual estrutura marca a divisão anatômica entre o tálamo e o hipotálamo?

O Sulco Hipotalâmico.

E

22

 
Qual estrutura mais proeminente do epitálamo?

A Glândula Pineal ou Epífise, que produz o hormônio melatonina.

E

23

 
O que é o pulvinar do tálamo?

É uma estrutura posterior e proeminente do Tálamo. Está localizada posteriormente em cada tálamo.

E

24

 
Quais estruturas compõem o Metatálamo e o Subtálamo?

Metatálamo: corpos geniculados medial e lateral.
Subtálamo: é uma zona de transição entre o diencéfalo e a área tegumentar do mesencéfalo.

E

25

 
Qual estrutura liga o terceiro ventrículo ao quarto ventrículo?

O Aqueduto do mesencéfalo.

E

26

 
Como se chama a zona de transição entre o Diencéfalo e Tegumento do Mesencéfalo e que se localiza abaixo do Tálamo? Uma lesão nesta área causa qual manifestação clínica?

O Subtálamo. A manifestação clínica são movimentos anormais das extremidades chamadas de hemibalismo.

E

27

 
Qual o melhor corte anatômico para a visualização e o estudo do Diencéfalo?

O corte sagital mediano.

E

28

 
Ao removermos o Septo Pelúcido qual estrutura visualizamos?

Os ventrículos laterais.

Curiosidade: O septo pelúcido (do latim septum pellucidum, divisória transparente) é composto por duas lâminas verticais de tecido nervoso do sistema nervoso central situada entre os dois hemisférios do cérebro. Localiza-se inferior ao corpo caloso, superior ao fórnix e entre os ventrículos laterais. O septo pelúcido é uma lâmina dupla de tecido nervoso misto que separa os dois ventrículos laterais. Em um adulto, tem aproximadamente 3cm de altura e 2 a 3mm de espessura. (DUQUE PARRA, Jorge Eduardo. Cavum Septum Pellucidum: Hallazgo Mediante Disección Neuroanatómica. Int. J. Morphol., Temuco, v. 30, n. 4, dic. 2012 . Disponível em <http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-95022012000400039&lng=es&nrm=iso>.

Créditos:

 

Antonio Fábio
Brenda Freitas de Sousa
Brenna Freitas
Daniel Lopes
Iara Teixeira
Magna Alencar
Rafael Maciel Neto
Severina Carvalho do Nascimento

FAQs – Perguntas Frequentes

Sobre:

As tarefas e trabalhos prescritos ou sugeridos podem acontecer ao longo do semestre letivo e têm como finalidade agregar conhecimento ao aluno cursando a disciplina. Não pussuem caráter obrigatório, exceto se definido nas características acima. Portanto, em caso da não obrigatoriedade da excecução, é reservada ao aluno a livre escolha da realização ou não da tarefa.

O aluno deve entregar a tarefa no prazo estipulado pelo professor que não receberá a mesma fora deste tempo.
Pode entrar em contato comigo quando precisar. Mas, antes, dê uma olhadinha se a sua dúvida está respondida aqui:

1. Se eu estiver doente no dia da entrega e faltar a aula:

A menos que haja disposição em contrário, você pode mandar o seu trabalho por um colega. O professor não receberá o trabalho posteriormente.

2. Caso eu não entregue de jeito nenhum, como fica a minha nota?

Exceto para as provas práticas que são obrigatórias por regra institucional e para os trabalhos e tarefas consideradas obrogatórias, você não ganha nem perde ponto. Fica a nota da sua prova somente, como se nunca houvesse trabalho.

3. Se for necessária apresentação oral e eu não apresentar?

Você será avaliado individualmente. Caso o trabalho seja para nota, você ficará com a pontuação da apresentação oral igual a zero e isso será somado e dividido na siua nota. Portanto, você terá sua nota diminuída. Nào tenha medo de apresentar o trabalho. A sala de aula é local pra gente aprender.

4. Contribuí financeiramente com tudo, mas faltei no dia de apresentar.

Você será avaliado individualmente. Caso o trabalho seja para nota, você ficará com a pontuação da apresentação oral igual a zero e isso será somado e dividido na siua nota. Portanto, você terá sua nota diminuída. Não tenha medo de apresentar o trabalho. A sala de aula é local pra gente aprender.

5. Contribui financeiramente, mas não participei da montagem

Você terá a sua nota proporcionalmente. A apresentação é obrigatória quando fizer parte das características do trabalho.

6. Outra pessoa fez o meu trabalho e coloquei meu nome

Isso tem um nome: fraude! E, como tal, as regras institucionais serão aplicadas. Você terá pontuaçào igual a zero e sua nota será diminuida. Você ainda poderá ser notificado e responsabilizado arcando com apenações e medidas disciplinares.

O nosso grupo não dividiu a pontuação 'canadense' de forma honesta

Qualquer atividade cujo sistema de avaliação seja o da 'Nota Canadense', por padrão, considera-se que haja maturidade e extrema retidão no momento de dividir os pontos. Todos os do grupo serão apenados com medidas disciplinares e a nota será reduzida. O aluno que fraudou (foi beficiado) e o líder do grupo também terão nota do trabalho iual a zero.

8. Não tenho tempo para fazer os trabalhos

É algo lamentável. O fato de você estar cursando a universade requer de você um certo tempo para dedicar-se às tarefas. Os cursos superiores não se fazem somente com a presença às aulas, mas com o estudo domiciliar. As tarefas fazem parte do processo de ensino e aprendizado.

Entre em Contato:

O que você achou do meu site?
Sugestões são bem-vindas.

Direitos Autorais:

Este site pode conter imagens de bancos dos quais posso ser colaborador. Algumas foram compradas e outras são cortesia de Freepik | Pixabay | FlatIcon | Unsplash | Pijumbo

 

© 2018 Musse Jereissati.

REDES SOCIAIS

MAIL

mussejereissati@hotmail.com

Projetado com o Divi. Powered by Wordpress.